Entenda mais sobre o Glaucoma

0
180

Hoje, 26 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, uma doença que pode destruir totalmente o nervo óptico. É uma das principais causas de cegueira se não for detectada antecipadamente, na sua forma mais frequente não demonstra sintomas, sua descoberta tem sido associada ao aumento da pressão intraocular e muitas vezes os pontos cegos no campo visual são percebidos só após o nervo óptico ter sofrido danos. Os principais sintomas são: visão embaçada, dor severa no olho, dor de cabeça, auréolas de arco-íris ao redor das luzes, náuseas e vômitos.

Grupos de risco

É mais comum surgir a partir dos 40 anos. Além disso, pessoas que apresentam casos de glaucoma na família, diabetes, hipertensão, doença cardíaca, hipotireoidismo, miopia ou lesão ocular tem risco maior de apresentar a doença. Portanto, os adultos com história familiar de glaucoma devem ser examinados periodicamente pelo oftalmologista. Pessoas da raça negra tem maior predisposição de serem afetadas pela doença em relação as pessoas da raça branca (4 vezes mais)

Existe cura e tratamento?

Não existe uma maneira comprovada de prevenir o glaucoma. Se o aumento da pressão intraocular for detectado e tratado precocemente, é possível reduzir a perda visual e prevenir a cegueira. Faça exame para detectar o glaucoma pelo menos a cada 5 anos depois dos 40 anos de idade. Exames oftalmológicos devem ser realizados com maior frequência em casos de aumento na pressão ocular. O tratamento pode ser feito de 3 maneiras, dependendo do tipo de glaucoma: através de medicamentos (colírios ou comprimidos), através do laser ou cirurgia.

Como sempre lembramos, a prevenção é o melhor caminho contra toda e qualquer doença. Não deixe de fazer uma visita ao oftalmologista pelo menos, uma vez ao ano e, claro, realizar todos os exames preventivos.

Compartilhe nosso blog!

Fonte: https://www.portalsaofrancisco.com.br/saude/glaucoma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui