O que é Câncer de Pele?

0
143

Estamos em dezembro laranja e precisamos continuar falando sobre prevenção ao Câncer de Pele.

Mas o que é Câncer de Pele?

Ele hoje corresponde a 33% de diagnósticos dos tipos de canceres no Brasil, segundo o INCA, são registrados 180 mil novos casos a cada ano. Dentre os tipos mais comuns estão o Não Melanoma (calma ainda temos muitos posts pela frente e vamos falar sobre cada tipo). Essa doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõe a pele. Normalmente parecem ser pintas e são indolores, mas essas lesões podem se tornar muito grandes, coçar, sangrar e até mesmo causar imensa dor. Ele costuma atingir mais as mulheres que os homens, e apesar de 60% dos casos diagnosticados serem em pessoas da raça branca, os pardos, negros e amarelos não estão isentos. Qualquer célula que compõe a pele pode se tornar cancerígena, e somente um dermatologista pode fazer essa antecipação, e como já falamos várias vezes quanto mais antecipado o diagnóstico maior a chance de cura.

Veja vídeo AQUI sobre o que é Câncer

O fato é que o Câncer de pele costuma ser ignorado, afinal de contas ele pode ter a aparência de uma simples pinta ou até uma pequena alergia, por isso quando se chega a procurar um médico na maioria dos casos ele está estadiamento avançado. É de extrema importância ter o conhecimento de sua pele e realizar uma prevenção anual com um dermatologista.

O Câncer de pele é um dos mais frequente em todas as populações do mundo, principalmente no Brasil onde temos grandes períodos de sol e de exposição ao mesmo sem os devidos cuidados. Atualmente 1 em cada 4 casos diagnosticados de Câncer são de pele.

QUAIS OS SINTOMAS?

Ainda falaremos sobre cada tipo de Câncer de Pele, pois cada um tem sintomas específicos, porem vamos falar os mais comuns para todos, ao notar algum tipo de pinta ou mancha comece observar os seguintes pontos:

  • Lesão que possui diferenças entre metades: metade da lesão observada for diferente da outra, pode ser indicativo de câncer;
  • Borda irregular: quando o contorno do sinal, pinta ou mancha não é liso;
  • Cor: se o sinal, pinta ou mancha tem diferentes cores, como preto, marrom e vermelho;
  • Diâmetro: se o sinal, pinta ou mancha têm um diâmetro maior que 6 mm.
  • Pequena ferida ou nódulo na pele, de cor branca, avermelhada ou rosa, que pode causar coceira;
  • Ferida ou nódulo na pele, que cresce rápido e forma uma casquinha, acompanhada de secreção e coceira;
  • Ferida que não sara e que sangra durante várias semanas;
  • Verruga que cresce.

No próximo post vamos falar sobre a importância de um dermatologista para prevenção

Previna-se, cuide-se!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui