Câncer de olhos, uma realidade que pode ser prevenida.

0
81

É possível ter Câncer nos olhos?

Sim. E hoje, no Dia da Saúde Ocular, vamos falar um pouco sobre Melanoma de Coroide e Linfoma Intraocular.

O Melanoma de Coroide – Se desenvolve na camada do olho situada entre a retina e a esclera (fundo do olho). É comum em adultos, principalmente entre 45 e 60 anos e seus sintomas dependem do tamanho do tumor e da sua localização dentro do olho, porém, podemos apontar a perda de parte do campo visual e alterações no tamanho ou forma da pupila. É bem comum entre pessoas brancas que possuem olhos claros. O diagnóstico é feito por meio de exame clinico, complementado por exames como OCT e a ultrassom ocular. Já o tratamento é determinado pelo Oftalmologista, conforme o tumor diagnosticado, e o mais comum é a aplicação de placa radioativa direta no tumor. Dependendo do estado do tumor, pode ser necessária a retirada do globo ocular.

O Linfoma Intraocular – É considerado um tipo mais raro de Câncer e se origina nos linfócitos, que são as células do sistema imunológico. O linfoma costuma atingir os dois olhos e está basicamente ligado aos linfomas cerebrais. Normalmente ocorre em pessoas idosas e que apresentem problemas referentes ao sistema imunológico. Os sintomas costumam ser inchaço nos olhos, manchas na visão e visão embaçada. O diagnóstico é realizado por avaliação e exames complementares e geralmente é tratado com Quimioterapia e Radioterapia.

Não deixe de fazer o acompanhamento periódico e preventivo.

Gostou?

Compartilhe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui